“MNAA 12 Escolhas” uma exposição a não perder

Matteo Consonni sugere aos visitantes do Museu Nacional de Arte Antiga o roteiro de Outubro do programa “MNAA 12 Escolhas”

 

Matteo Consonni nasceu em Itália em 1984. É cofundador e director da Madragoa, uma jovem galeria de arte contemporânea localizada num dos bairros históricos de Lisboa, e que lhe dá o nome.
A galeria, que abriu juntamente com Gonçalo Jesus em Abril de 2016, representa actualmente os seguintes artistas: Adrián Balseca (Quito, 1989), Sara Chang Yan (Lisboa, 1982), Rodrigo Hernández (Cidade do México, 1983), Luís Lázaro Matos (Évora, 1987 ), Renato Leotta (Turim, 1982), Joanna Piotrowska (Varsóvia, 1985), Gonçalo Preto (Lisboa, 1991), Buhlebezwe Siwani (Joannesburg, 1987), Belenense Uriel (Madrid, 1974).


No âmbito deste programa, o MNAA convidou 12 personalidades a escolherem, com inteira liberdade, 12 peças das coleções do Museu, definindo um “roteiro” de afinidades subjectivas. Ao longo de 12 meses, os percursos sugeridos serão propostos aos visitantes do Museu num desdobrável gratuito, que inclui um pequeno texto do autor explicando as razões das suas escolhas. As 12 peças seleccionadas serão identificadas com sinalética própria.

O programa foi iniciado a 18 de Maio, Dia Internacional dos Museus, sendo Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, o único convidado português.
Os outros 11 são estrangeiros com ligações a Portugal ou a viver no país: Amyn Aga Khan (Junho), André Jordan (Julho), Monica Bellucci (Agosto), Lidija Kolovrat (Setembro), Matteo Consonni (Outubro).

.

Os desdobráveis com os roteiros das personalidades convidadas estão disponíveis nas entradas do MNAA.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade