Linces Ibericos evacuados do Algarve para Espanha

Os 29 linces que se encontravam no Centro Nacional de Reprodução do Lince Ibérico (CNRLI) em Silves, foram hoje retirados por prevenção, devido ao incêndio que deflagrou em Monchique, e deslocados para instalações em Espanha.

 

A decisão do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) constitui "uma medida preventiva já prevista no plano de contingência, activado desde domingo", pelo que, desde essa altura, estavam no local todos os meios humanos e materiais para defesa e evacuação do CNRLI.

"Os animais serão deslocados para instalações dos parceiros espanhóis, que já colocaram à disposição de Portugal todo o apoio necessário", avançou o gabinete do ministro do Ambiente, em comunicado, acrescentando que a acompanhar os linces estão "técnicos do CNRLI e do ICNF, bem como a equipa de gestão do Centro, constituída por veterinários, tratadores e outros técnicos especializados".

Além dos profissionais que estão a cuidar dos animais, encontram-se no terreno "equipas de vigilantes da natureza e uma equipa do corpo de fuzileiros da Marinha, entre outros operacionais".

De acordo com a tutela do Ambiente, o ICNF desenvolveu acções de gestão de combustível na área envolvente aos cercados, edifícios e na área perimetral do CNRLI durante 2017, de forma a "diminuir o risco de incêndio e estabelecer faixas e mosaicos de protecção ao próprio centro".

Construído de acordo com as recomendações do Comité de Cria em Cativeiro do Lince Ibérico e inaugurado em 22 de Maio de 2009, o CNRLI integra a Rede Ibérica de Centros de Reprodução do Lince-ibérico, que é responsável pelo programa de reprodução e troca de animais, orientadas pelas necessidades demográficas e genéticas do Programa de Conservação 'Ex Situ'.

Texto: Lusa

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade