Basílica de Santo Cristo de Outeiro acolhe festa dos Dias do Património a Norte

A Basílica e tudo em seu redor serão palco de multiplas actividades que proporcionam descobertas e experiências diversas que dão a conhecer a riqueza deste monumento de particularidades únicas.

 

As actividades iniciam-se com uma Visita-Jogo para os mais novos, que lhes permitirá   desvendar pistas até à descoberta de um “segredo guardado a sete chaves.”

Para todos será a exibição da peça de teatro de marionetas “A Floresta”, nascida da imaginação dos mais pequenos, e onde o respeito pela natureza, a partilha e a amizade são o mote da acção. “Uma visita guiada por membros da comunidade cruza o saber histórico com as estórias de quem com este monumento tem uma relação de proximidade.”

A meio da tarde haverá uma conversa que terá como tema Património e Território, propondo uma reflexão acerca do impacto que as diversas alterações territoriais, a vários níveis, provocam nas populações.


E porque a valorização e preservação do património diz também respeito ao património imaterial, “preparou-se um piquenique, inspirado na tradição da “pandorcada” nas Festas de São Gonçalo e em que sabores da gastronomia regional, reinventados pelas mãos do chef Pedro Limão, serão partilhados e dados a provar.”


Para terminar, tarde a findar, ouvir-se-ão as vozes de duas comunidades musicais brigantinas que, sob a orientação de Artur Carvalho e António Miguel, das Vozes da Rádio, criaram um espectáculo único e irrepetível.

Para almoçar e jantar, a Junta de Freguesia e a Comissão de Festas de Outeiro, abriram um serviço de snack-bar, com petiscos e bebidas.

Aldina Duarte far-se-à ouvir na Basílica num concerto que certamente ficará na memória de todos.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade