easyJet apresenta o seu primeiro Airbus A321neo no Farnborough International Airshow

A easyJet acaba de celebrar a chegada do primeiro A321neo, o avião com maior capacidade da companhia, que fará  o voo inaugural até ao Farnborough International Airshow.

 

O primeiro easyJet A321neo está baseado no Aeroporto de Gatwick, e voará para diversos destinos, como Faro, Málaga, Alicante ou Palma de Mallorca. Este avião detém uma capacidade superior ao A320 de cerca de 30%, 50% se comparado com o modelo A319.

“Estamos muito orgulhosos por apresentar hoje o nosso primeiro A321neo. Este avião, com uma maior capacidade, vai permitir-nos executar a nossa estratégia de consolidação e crescimento nos maiores, e mais lotados, aeroportos europeus”, afirmou Johan Lundgren, o CEO da easyJet.

Johan Lundgren, acompanhado do Secretário de Estado dos Transportes do Reino Unido - Chris Grayling, o CEO da Airbus Tom Enders e o Presidente da CFM International, Gaël Méheust, marcaram presença na cerimónia de apresentação daquele que é o avião com maior capacidade da easyJet, com uma configuração de 235 lugares, contando com uma tripulação 100% feminina.


Esta nova aeronave vai permitir uma economia superior a 9% e 21% em relação aos A320neo e aos A319, respectivamente, para além de representar uma significativa redução dos custos operacionais”, refere o CEO da easyJet.


Johan Lundgren enaltece ainda que para além destas vantagens, o novo avião A321neo “trará novos benefícios, não apenas ecológicos, mas também operacionais, que nos permitirão oferecer mais lugares a um melhor preço na Europa, tanto em classe normal como executiva, reduzindo as emissões de CO2 e o ruído, diminuindo significativamente a nossa pegada nos diferentes aeroportos onde operamos”.

Os modelos A321neo possuem um motor CFM LEAP-1A, que além de ser mais eficiente em combustível, permite reduzir em até 15% as emissões de C02, do avião e o índice de ruído em cerca de 50% tanto na descolagem, como na aterragem, em comparação com o A320. 

Os A321neo cumprem os regulamentos do Capítulo 14 da ICAO e as suas emissões de NOx também cumprem os regulamentos CAEP/ 8 da ICAO.

O A321neo é a maior aeronave da frota da easyjet. Com uma frota de mais de 300 modelos Airbus, a easyJet é um dos nossos maiores clientes, e claramente um dos mais leais”, admite Tom Enders, o CEO da Airbus CEO.

Os A319 da companhia aérea estão a ser progressivamente substituídos pelos A320, tendo 40 sido já substituídos.

A easyJet também concluiu a melhoria de 49 dos seus actuais A320, de 180 para 186 assentos. Ao longos dos últimos seis meses, a easyJet adquiriu nove aeronaves A320neo, “garantindo uma poupança por lugar de 7 a 8%, em comparação com o A319, graças não só às poupanças na escala, como na melhoria da eficiência da tripulação, combustível e manutenção.” 


Chris Grayling, Secretário de Estado dos Transportes no Reino Unido, referiu ainda que “desde o lançamento do primeiro Airbus A320 há 15 anos atrás, a easyJet adquiriu mais 300 aeronaves, o que prova o grande crescimento da companhia na Europa, sendo actualmente a maior frota de aviões A320 do mercado”. 

Durante os próximos anos, a easyJet irá continuar a reduzir os custos operativos por lugar e a pegada ecológica dos seus passageiros, através da sua estrutura de propriedade diversificada. 


Desde 2000, a easyJet reduziu em mais de 32% as suas emissões de carbono, tanto por passageiro, como por quilómetro. O objectivo actual da empresa passa por reduzir em 10% as suas emissões, entre 2016 e 2022, representando uma melhoria de 38%. No ano fiscal de 2017, as emissões de carbono por passageiro da easyJet foram de 78,62 gramas, uma redução significativa face ao ano anterior (79,98 g).

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade