Itinerários virtuais para descobrir Lisboa

Itinerários virtuais para descobrir LisboaSete itinerários culturais temáticos e cinco infogramas histórico-artísticos sobre Lisboa estão já disponíveis no site da Associação Turismo de Lisboa - www.visitlisboa.com -, facilitando a escolha online do roteiro para uma “escapadinha” à descoberta da capital portuguesa.

Com todo o conforto proporcionado pelas novas tecnologias, este projecto co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional e pelo Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo, permite aos cibernautas viverem as inúmeras experiências culturais disponíveis na cidade.

Do azulejo de rua ao azulejo holandês, jardins e património botânico, passando por eléctricos e elevadores, pela Lisboa à moda da Flandres (nos sécs. XV e XVI) e pelos Filipes em Lisboa e Roma em Lisboa, no séc. XVIII, tudo isto é possivel visitar... no seu computador! Não é o mesmo, mas é menos cansativo e mais rápido!. 

O Turismo de Lisboa, com a colaboração do grupo Euro RSCG e do programa Google Maps, criou também cinco infogramas, a partir da proposta de trabalho de três especialistas em História de Arte e Arquitectura – José Sarmento de Matos, Ricardo L. Branco e Cátia T. Marques.

Estes infogramas (Lisboa Romana – séc. I a IV; da Cerca Velha à Cerca Nova – sécs. IV a XV; dos Descobrimentos ao Terramoto – sécs. XVI a XVIII; Lisboa pós-terramoto – sécs. XVIII e XIX e Lisboa Contemporânea – sécs. XX e XXI) apresentam a evolução histórica e urbanística da cidade, com o apoio de animações 3D, perspectivas estáticas dos edifícios mais importantes e mapas da época.

Todos os textos são disponibilizados em português e em inglês e todos os pontos de interesse se encontram referenciados no mapa Google, no qual o utilizador pode optar pelas sugestões apresentadas ou criar os seus próprios roteiros.

Esta ferramenta acrescenta ainda mais valor à oferta turística da cidade de Lisboa, à semelhança do que se passa com as principais capitais europeias, onde este método se tem afirmado como um factor diferenciador na hora de optar por um destes destinos.

O produto City & Short Breaks, no qual estas inovações se enquadram, caracteriza-se por viagens de lazer de curta duração com motivações de ordem cultural, gastronómica, de saúde e bem-estar ou mesmo de participação em eventos.

De fraca sazonalidade, o City & Short Breaks é o produto com maior peso para o destino Lisboa, beneficiando de um investimento também mais elevado no Plano Regional de Promoção Turística (37,4 por cento).

Mídia

NULL
Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade