Oktober Festa 2018, Marvila, uma festa da cerveja com sotaque lisboeta

Oktober Festa 2018, Marvila, uma festa da cerveja com sotaque lisboeta

Oktober Festa 2018, Marvila,  uma festa da cerveja com sotaque lisboeta Divulgação

Dia 20 de Outubro o eixo entre a Rua do Açúcar e a Capitão Leitão recebe a segunda edição da Oktober Festa, a versão lisboeta da famosa festa e feira de cerveja alemã.


O desafio lançado pelo Lisbon Beer District, colectivo marvilense que reune a Dois Corvos, a Lince e a Musa, vai misturar a cerveja com a música, os pretzels com o chouriço assado, o passado histórico bairro industrial com a cidade cada vez mais virada para o mundo e para o futuro.


A segunda edição da Oktober Festa que decorrerá entre as 14:00 e as 02:00, e contará com “dezenas de variedades diferentes de cervejas para experimentar, desde as mais refrescantes lagers às mais complexas stouts, passando pelas aromáticas IPAs, as desafiantes Sours ou a Marzen (a cerveja típica das Oktoberfest)”.

Novidade este ano, será também o lançamento de três criações colaborativas com cervejas artesanais nacionais: a nortenha Letra, a lisboeta Oitava Colina a alentejana Barona.

Acompanhando o ritmo eclético da cidade, a música vai cruzar os diversos cantos que compõem hoje o mapa da cidade, do world, à funk, da soul ao brass, com as escolhas musicais de DJ Quesadilla, Silk (frontmen dos Cais do Sodré Funk Connection), Pedro Primo Figueiredo, Johnny Chase e Abel Santos.

E se é na colaboração que nasce este LBD, a mesa de mistura vai, aqui, ser também espaço de encontro. Flama, Fuego y Sangre (La Flama Blanca, Sean Riley e Legendary Tigerman) traçam o percurso entre os narcocorridos mexicanos a cumbia latino-americana.

Nuno Dias, Pedro Paulos e Daniel Belo revelam as pérolas mais interessantes da música que se espalha entre a internet e a rádio.

Nos concertos haverá actuações da Party Brass Band, Andrew White e Funky Division.

A Oktober Festa contará ainda com uma conversa informal sobre o novo universo cervejeiro artesanal e uma prova comentada das cervejas colaborativas criadas de propósito para o evento.

O Lisbon Beer District nasce da congregação de esforços e vontades de três cervejeiras, Dois Corvos, Lince e Musa.
Fisicamente vizinhas e espiritualmente companheiras no mundo da cerveja artesanal, une-as também a missão de reviver a história secular de Marvila Velha, outrora casa de um sem número de indústrias lisboetas”.

O projecto pretende fazer a ponte entre uma comunidade local que tem passado ao lado das vagas de desenvolvimento urbano e uma cidade crescentemente cosmopolita, aberta e empreendedora. Provando, assim, que nada impede uma cidade vibrante de continuar a acolher no seu seio a manufactura de pequena escala, alicerçada na comunidade mas virada para todo o mundo.


PROGRAMA

Armazém (Rua do Açúcar, 105)

17:00 . DJSet . DJ Quesadilla

19:30 . Concerto . Party Brass Band

20:30 . DJSet . Johnny Chase

22:30 . Concerto . Funky Division

23:30 . DJSet . Silk (Cais do Sodré Funk Connection)

Dois Corvos (Rua Capitão Leitão, 94)

16:00 às 17:00 . Prova comentada das cervejas Oktober Festa: sessão de apresentação e prova das cervejas colaborativas produzidas para o evento. Custo: 5€ por pessoa.

17:30 . DJSet . DJ Abel Santos

Lince (Rua do Açúcar, 76)

18:00 . Concerto . Andrew White

Fábrica Musa (Rua do Açúcar, 83)

15:00 . Conversa . Ser ou não Ser(veja)

17:00 . DJSet . Nuno Dias, Pedro Paulos e Daniel Belo

20:00 . DJSet . Pedro Primo Figueiredo

23:00 . DJSet . Flama, Fuego y Sangre (La Flama Blanca, Sean Riley e Legendary Tigerman)

captcha