TAP e SATA entre as companhias de aviação com pior registo de pontualidade

A TAP e a SATA estão entre as companhias aéreas com pior registo de pontualidade em Agosto, registando o sexto e sétimo piores resultados, respectivamente, entre um total de 164 companhias aéreas avaliadas.

 

Segundo a Lusa, que cita a classificação elaborada pela OAG, em Julho, a TAP tinha sido a sétima pior classificada entre 156 empresas, com 47,1% de chegadas a tempo e 1,7% de cancelamentos em 12.535 voos.

Em Agosto, a transportadora aérea nacional registou um ligeiro crescimento, apresentando 51,4% de chegadas sem atrasos, 1,2% de cancelamentos e um total de 12.551 voos, o que se traduziu na posição 159 do ‘ranking’.

No caso da SATA, a  empresa de estatísticas OAG, classificou a Azores Airlines, que opera fora do Arquipélago, e a Air Açores que realiza os voos inter ilhas. O melhor registo, no mês de Agosto, pertence à transportadora regional, que ficou na 93.ª posição do ranking, enquanto a Azores Airlines se classificou na 158.º lugar da lista.

A liderança do ranking pertence a alemã Hahn Air, com 92% de pontualidade num registo de 27 voos, enquanto a pior classificada foi a Air Inuit (164.ª posição), do Canadá, com um registo de 43,3% chegadas sem atrasos em 1.536 voos.

Desde que assumiu a presidência executiva, em Fevereiro, Antonoaldo Neves admitiu a necessidade de melhorar a pontualidade da TAP, detida em 50% pelo Estado, através da Parpública, em 45% pelo consórcio da Atlantic Gateway (de Humberto Pedrosa e David Neeleman) e em 5% pelos trabalhadores.

O grupo TAP registou um lucro de 21,2 milhões de euros no ano passado, face a prejuízos de 27,7 milhões em 2016.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

 

Atualidade