Aeroporto da Madeira é o mais beneficiado com crescimento da TAP

Aeroporto da Madeira é o mais beneficiado com crescimento da TAP

Aeroporto da Madeira é o mais beneficiado com crescimento da TAP D.R.

TAP ganha quota de mercado em todos os aeroportos nacionais no primeiro trimestre, revela relatório da ANAC e o Aeroporto da Madeira é o que mais beneficia com o crescimento da Transportadora Portuguesa

No boletim estatístico da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) agora divulgado a TAP ganhou quota de mercado em todos os principais aeroportos nacionais, no primeiro trimestre deste ano.


O maior aumento de quota de mercado da TAP verificou-se no Aeroporto da Madeira, onde a transportadora aérea nacional aumentou a sua quota de mercado de 15 para 29 por cento, um impressionante crescimento de 14 pontos percentuais.

Assim, na Madeira, a TAP volta a ocupar a primeira posição em número de passageiros transportados.


Em Lisboa, a TAP conquistou 53% de quota de mercado, mais dois pontos percentuais que no primeiro trimestre de 2017.

A Companhia aérea nacional ganhou também terreno às concorrentes no aeroporto do Porto, reforçando a sua quota de 17% para 19%.


Já em Faro, a quota de mercado da TAP cresceu de 3% para 8% e, em Ponta Delgada, de 8% para 12%.


Ainda de acordo com o relatório trimestral da ANAC, de Janeiro a Março, a TAP cresceu 18 por cento no número total de passageiros transportados em todos os aeroportos nacionais.


Desta forma, a Companhia portuguesa cresceu, no período em análise, 5,45 pontos percentuais acima do aumento de passageiros registado no total dos aeroportos portugueses, que se ficou pelos 12,55%.

A TAP vê assim confirmado e reforçado o contributo fundamental que tem dado para o aumento dos fluxos turísticos em todas as regiões do País, destacando-se entre elas a Região Autónoma da Madeira, onde a Companhia registou o maior crescimento de quota de mercado.”


Em termos de passageiros transportados para o Funchal, no mesmo período analisado pelo boletim da ANAC, houve um crescimento de 30% (+ 44 mil passageiros) em relação ao período homólogo de 2017.

captcha