Praias de Zambujeira do Mar e Milfontes reforçadas com postos de saúde

Praias de Zambujeira do Mar e Milfontes reforçadas com postos de saúde

Praias de Zambujeira do Mar e Milfontes reforçadas com postos de saúde D.R.

As praias de Vila Nova de Milfontes e de Zambujeira do Mar, voltam a ser reforçadas com postos de saúde este Verão, altura em que a região recebe milhares de turistas.

Da responsabilidade da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA), o reforço, a partir de domingo e até ao final de Agosto, pretende garantir os primeiros socorros aos milhares de veraneantes que todos os anos frequentam as duas zonas balneares.

"Será prestado apoio ao nível de injectáveis, pensos, pequenas feridas, picadas de peixe aranha ou de insectos e os casos mais urgentes serão direccionados para outras unidades", explicou hoje à agência Lusa Horácio Feiteiro, director clínico dos Cuidados de Saúde Primários da ULSLA.

Os postos, assegurados pela Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), vão funcionar diariamente com um enfermeiro por turno, num total de quatro profissionais, que estarão disponíveis, entre as 11:00 e as 18:00, até 31 de Agosto.

"O serviço de Vila Nova de Milfontes vai funcionar junto ao Farol, em instalações cedidas pela Polícia Marítima, e estará sinalizado com uma bandeira da Cruz Vermelha e o posto de Zambujeira do Mar ficará instalado, no centro da aldeia, na antiga extensão de saúde", adiantou o responsável.

"Nos outros locais, ao longo da costa alentejana, não temos postos, porque não existem unidades móveis e as extensões de saúde do Carvalhal e de Melides, no concelho de Grândola, garantem a assistência aos veraneantes", acrescentou.

No entanto, Horácio Feiteiro reconheceu haver necessidade de uma unidade móvel ou de postos de saúde em zonas onde a afluência de turistas aumenta nos meses de Julho e Agosto.

"Seria importante investir nalguma zona que nos disponibilize algum espaço físico ou, eventualmente, uma viatura para assegurar este tipo de apoio em praias como São Torpes (Sines), Comporta, Melides e Carvalhal (Grândola), que, sem unidade móvel, são áreas mais complicadas", apontou o responsável.

De acordo com o director clínico, no ano passado, foram prestadas mais de mil assistências nos postos de saúde de Vila Nova de Milfontes e de Zambujeira do Mar, um número que tem vindo a aumentar, desde 2008, quando o reforço foi implementado.

"Este serviço já existe há dez anos e já está muito institucionalizado nestas duas zonas balneares, tanto que o ano passado o posto de Zambujeira do Mar prestou apoio a mais de 700 pessoas e o de Vila Nova de Milfontes assistiu mais de 400 veraneantes", indicou.

"Pelo menos 50 por cento destas pessoas teria recorrido ao Serviço de Urgência Básica de Odemira e assim conseguimos aliviar esse serviço e garantir a assistência aos banhistas", concluiu.

captcha