As praias fluviais do Azibo, Macedo de Cavaleiros, terão wi-fi gratuito

As praias fluviais do Azibo, Macedo de Cavaleiros, terão wi-fi gratuito

As praias fluviais do Azibo, Macedo de Cavaleiros, terão wi-fi gratuito D.R.

As praias fluviais do Azibo, em Macedo de Cavaleiros, disponibilizam este verão 'wi-fi' gratuito para aos utentes daquele que é um dos locais de veraneio mais procurado de Trás-os-Montes, divulgou hoje a autarquia.

De acordo com a autarquia liderada por Benjamim Rodrigues, o serviço estará operacional “no início do mês de Agosto” e resulta de um projecto municipal enquadrado no “Programa Valorizar” da responsabilidade do Turismo de Portugal.

O investimento “ronda os 93 mil euros, comparticipados em 90% pelo Turismo de Portugal” e contempla fornecimento, instalação, configuração e manutenção de todo o equipamento, permitindo à autarquia, responsável pelo espaço do Azibo, “disponibilizar acesso à rede 'wi-fi', gratuitamente”.

Segundo o município, este projecto terá a duração de, pelo menos três anos, o prazo do contrato com o fornecedor, e “suportará cerca de 1.500 ligações em simultâneo” nas praias fluviais do Azibo.

O Valorizar é um programa do Turismo de Portugal de apoio ao investimento na promoção da qualificação do destino turístico Portugal, dotando os agentes públicos e privados, que actuam na área do turismo, de um instrumento financeiro que permita potenciar e melhorar a experiência turística.

O programa prevê a concessão de apoios financeiros a projectos de investimento e a iniciativas que tenham em vista a regeneração e reabilitação dos espaços públicos com interesse turístico, a valorização turística do património cultural e natural do país, a redução da sazonalidade e a criação de valor.

As praias do Azibo, a da Fraga da Pegada e a da Ribeira classificada como Maravilha de Portugal, ostentam bandeira azul, há 16 anos, e são classificadas como “praias acessíveis” pelas condições que oferecem a pessoas com deficiência.

Pelas duas praias fluviais do Azibo passaram, no verão de 2016, “250 mil pessoas”, sendo que os visitantes são essencialmente emigrantes, mas também gente de outras regiões do país, sobretudo das zonas do Porto e Bragança, segundo os responsáveis.

O local é também uma “escola ambiental” com actividades ligadas à natureza que permitem desfrutar do espaço envolvente classificado como “Paisagem Protegida”.

Quem visita o Azibo pode desfrutar de percursos pedestres, observação de aves, prática de canoagem e BTT, Estação de Biodiversidade, campos de voleibol e futebol de rua, bancas de leitura, artesanato e produtos regionais, bares e restaurantes de apoio, entre outras ofertas locais.

A Câmara de Macedo de Cavaleiros disponibiliza durante a época balnear transporte diário da cidade transmontana para as praias fluviais.

Texto: Lusa

captcha