Team Portugal enfrenta os profissionais das Extreme Sailing Series em Cascais

Team Portugal enfrenta os profissionais das Extreme Sailing Series em Cascais

Team Portugal enfrenta os profissionais  das Extreme Sailing Series em Cascais D.R.

O novíssimo Team Portugal está pronto para ladear com as tripulações profissionais das Extreme Sailing Series na linha de partida de Cascais, entre 05 e 08 de Julho.



O jovem Team Portugal vai enfrentar os profissionais das Extreme Sailing Series em Cascais tendo assim a oportunidade de entrar na melhor competição em formato Stadium Racing.

O quarto Acto das Series 2018 vai ter o público português a apoiar fortemente a sua jovem equipa que, liderada pelo velejador profissional Luís Brito, vai enfrentar dura concorrência nas suas águas, nesta batalha de meio-época.

Contando com as clássicas condições oferecidas por Cascais, com fortes brisas, mas com súbitas mudanças de direcção, o Team Portugal sabe que que a vida não vai ser fácil pois o desafio é grande.

“Cascais vai ser uma regata difícil. O vento Norte é irregular e vai alterar a pressão constantemente. Mesmo conhecendo bem a área, o conhecimento local não fará a diferença neste tipo de competição; as outras equipas têm um nível muito elevado”, admitiu Luis Brito, o profissional da equipa.

Contudo, Brito, um velejador bem preparado, que navegou com a equipa Spanish Impulse, no Act 3, em Barcelona, e tem uma vasta experiência nos GC32, tem um plano: “Não somos tão forte fisicamente como as outras equipas e também somos um pouco mais leves. Tivemos os mesmos problemas no Spanish Impulse, mas velejámos de forma inteligente e simples, o que nos permitiu alcançar um bom resultado. Não há segredos: vamos implementar a mesma estratégia no Team Portugal.”


Na sua equipa, Luis Brito conta com velejadores de Lisboa e do Algarve: Bernardo Loureiro, João Assoreira e o bicampeão nacional na classe laser, Henrique Brites.
“A tripulação portuguesa será reforçada, não só com a sapiência do seu mentor, mas também com o velejador britânico Adam Piggott, que traz consigo a compreensão dos desafios colocados pelas Series, graças a participações anteriores no circuito.”, refere a nota de imprensa


A equipa é uma equipa nova. Não temos outra pressão senão aprender. Três dos nossos tripulantes nunca velejaram neste barco; vai ser divertido”, adiantou Brito. Contente por velejar novamente sob bandeira portuguesa, o líder e mentor espera deixar o seu país orgulhoso: “É uma grande sensação velejar novamente em casa. Há já algum tempo que não navegava em Portugal e, ainda há mais, pelo meu país. Estou muito ansioso.”


O Team Portugal irá juntar-se em Cascais às seis equipas que competem regularmente nas Series: Alinghi, SAP Extreme Sailing Team, Oman Air, INEOS Rebels UK, Red Bull Sailing Team e Team México. As corridas estão programadas para se iniciarem, pelas 14:00 horas locais de quinta-feira, 05 de Julho.

Nenhuma evento encontrado.
captcha