Fãs pagaram 260 euros e Avril Lavigne proibiu-os de lhe tocarem

A cantora canadiana Avril Lavigne proibiu os fãs de lhe tocarem num encontro cujo acesso custava cerca de 260 euros. As reações na internet não se fizeram esperar.

 

O meet & greet, ou seja o espaço onde os artistas conversam e tiram algumas fotos com os fãs, é suposto ser descontraído e criar alguma empatia entre o artista e os seus seguidores.

Os fãs pagam, geralmente valores bem altos, para tirar as fotos e conhecerem o seu ídolo. Por exemplo Tony Carreira é conhecido por ficar mais de quatro horas, após o concerto, a dar autografos com fotografias e beijinhos.

Mas a cantora Avril Lavigne tem uma ideia diferente e no meet & greet que fez no Brasil, em que os fãs pagaram cerca de 260 euros, proibiu que lhe tocassem nas fotografias.

 

A artista canadiana ainda foi mais longe e nem dialogou com os seus fãs. As fotografias que resultaram do encontro são, naturalmente, estranhas e pouco tempo depois já eram alvos de paródia nas redes sociais.

Os internautas já criaram um tumblr chamado "Meet & Greet da Avril Lavigne no Brasil", onde que reúnem essas montagens para brincarem com a maneira que Avril e sua equipa trataram os fãs.


Ao jornal R7 um fã referiu "acompanho a Avril há doze anos, mas nesse meet and greet vi algo forçado! Falando em show podemos comparar a The Black Star Tour, que passou por aqui em Julho de 2011, a energia dela foi outra... Não senti ela animada, feliz por estar fazendo isso dessa vez. É como se eu perdesse um pouco do que eu sinto por ela. Mas estou feliz com a foto e continuarei a acompanhá-la de longe".

Montagens dos mais diversos tipos estão sendo colocadas na internet. O jovem contou quais foram as orientações da produção. "Não toquem, não exagerem, peçam a pose, tirem a foto e saiam. Mas podia falar com ela, pedir abraço, high five e etc".

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade