“Histórias e Vivências Judaicas em Portugal” uma exposição que conta a História do Judaísmo Português

A exposição “Histórias e Vivências Judaicas em Portugal” dá a conhecer o judaísmo sefardita no país, da antiguidade até aos dias de hoje, inaugura a 07 de Junho no Espaço Memória dos Exílios no Estoril.


“Histórias e Vivências Judaicas em Portugal”  é uma mostra itinerante, promovida pela Rede de Judiarias de Portugal, que em Cascais se destaca ao apresentar objectos e documentos inéditos datados de 1938, em plena Segunda Guerra Mundial.


O público terá acesso, pela primeira vez, a correspondência trocada entre médicos judeus alemães e austríacos, que procuravam fugir à perseguição nazi, entre eles Reynaldo dos Santos, professor e médico que doou o seu espólio a Cascais.


São no total, 55 painéis com referências a nomes conceituados, como Bento Espinosa ou Garcia de Horta, bem como grandes montras exibindo símbolos, objectos e manuscritos, “para contar a história da presença judaica em Portugal e, em particular, em Cascais, um concelho acolhedor de judeus antes, durante e depois da Segunda Guerra Mundial.”


Candelabros, Menorah; Prato de Seber; Shofar; a carta constitucional de 1821 (que legisla que a Religião Católica Apostólica Romana continuará a ser a Religião do Reino e que todas as outras religiões serão permitidas aos estrangeiros apenas em cultos doméstico); ilustrações; uma fotorreportagem do reconhecido fotógrafo Joshua Benoliel; uma inscrição primitiva do testemunho mais antigo da presença judaica em Mértola ou boletins de alojamento do filósofo e escritor Franz Wersel e da sua esposa Alma Mahler são alguns dos destaques desta exposição.


De 08 de Junho a 28 de Dezembro, o Espaço Memória dos Exílios, no Estoril, abre, assim, portas a “Histórias e Vivências Judaicas em Portugal”.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade