“Corpo e Alma” de Ildikó Enyedi pré-seleccionado para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro

O premiado “Corpo e Alma”, de Ildikó Enyedi, é um dos filmes pré-seleccionados para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.


A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou os nove filmes que fazem parte desta pré-seleção, e os cinco candidatos à estatueta serão somente conhecidos a 23 de Janeiro.


Depois da antestreia no Lisbon & Sintra Film Festival, com a presença da realizadora, “Corpo e Alma” chega às salas de cinema nacionais a 21 de Dezembro.


“Corpo e Alma” de Ildikó Enyedi, triunfou na última edição do Festival de Berlim: para além do Urso de Ouro, o filme venceu o prémio Fipresci e o Prémio do Júri Ecuménico.

Foi esta a segunda vez que um filme húngaro ganhou o prémio máximo do Festival de Berlim e a quinta vez em toda a história do festival que este prémio foi atribuído a uma realizadora.

 Mais recentemente, Alexandra Borbély, a protagonista de “Corpo e Alma”, venceu o Prémio de Melhor Actriz nos European Film Awards, consagrando-se assim como a melhor actriz europeia do ano.


O filme, que conquistou também a imprensa mundial, passa-se num matadouro em Budapeste, onde dois colegas de trabalho descobrem a sua afinidade espiritual e iniciam uma tocante história de amor.


Ao longo da sua carreira, a realizadora e argumentista Ildikó Enyedi recebeu já dezenas de prémios internacionais e os seus filmes têm sido seleccionados para os mais importantes festivais de cinema.

Tendo iniciado a sua carreira como artista visual e conceptual, e depois da realização de várias curtas-metragens, em 1989, dirigiu “O Meu Século XX”, considerado um dos melhores filmes húngaros de todos os tempos e vencedor do Prémio Caméra d’Or, atribuído pelo Festival de Cannes à melhor primeira obra.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade